2012 – papiro do século IV reacende a polêmica do casamento de Jesus com Maria Madalena


Compartilhe:

A recente descoberta de um fragmento de um papiro egipcio do século IV traz à tona novamente a idéia que Jesus e Maria Madalena eram marido e mulher. O pedaço de papiro que mede aproximadamente 8cm por 4cm foi revelado no X Congresso Internacional de estudos Coptas, através de uma conferência realizada em Roma dia 18/09/2012 por Karen King, professor de Teologia da escola de Teologia de Harvard em Cambridge, Massachusets. A escrita usada no papiro é a copta, que era a principal forma de escrita usada pelos cristãos no Egito.

Dessa forma, os debates sobre a verdadeira história de Jesus Cristo readendem, trazendo de volta a polêmica que sacode os pilares da Igreja Católica, que insiste em negar todas as evidências que vem surgindo nas últimas décadas.

Segundo afirma o diretor do Instituto para estudo do Mundo Antigo em Nova York, Roger Bagnall, o pedaço de papiro, que é de propriedade de um colecionador privado, é autêntico. Karen King apelidou o papiro de “Evangelho da esposa de Jesus” pois no meio dele é encontrada uma frase bombástica onde Jesus falando a seus discípulos afirma  “minha esposa”, a qual os pesquisadores acreditam ser referência a Madalena.

O Relatório final conclusivo da análise do fragmento de papiro está previsto para ser publicado na Revista Teológica de Harvard, em janeiro de 2013. Mais detalhes poderão ser acompanhados direto no site da Escola de Teologia de Harvard (http://www.hds.harvard.edu/faculty-research/research-projects/the-gospel-of-jesuss-wife).

Apesar deste fragmento sugerir que Jesus era casado, não contém provas reais desse fato, mas vem a corroborar com todas as teorias e pesquisas realizadas por diversos grupos ao redor do planeta, entre eles a Associação Dakila Pesquisas e as recentes pesquisas efetuadas no sul da França, local onde Madalena viveu seus últimos dias. Conforme material encontrado pelos pesquisadores da Associação Dakila Pesquisas, foram localizados muitas evidências, incluindo até pinturas dentro da Igreja de Rennes Le Chateau que sugerem que além de Jesus e Madalena serem casados, eles deixaram uma linhagem de descendentes.

 

galeria de imagens