Zigurats a cidade do futuro se prepara contra desastres 250


Com uma visão diferenciada no que se refere aos propalados eventos de 2012, quando muitas previsões apontam para “o final dos tempos”, o Projeto Portal trabalha  na construção de uma nova cidade em pleno cerrado sul-mato-grossense. Para os pesquisadores do Projeto Portal, o que irá ocorrer em 2012 será o início de um novo ciclo, um fato cíclico que se verifica em determinados períodos, a cada 12.600 um evento grande e a cada 5.125 um evento menor.

Esses grandes eventos são provocados por alinhamentos intergalácticos que, por sua vez, causam mudanças e transformações nos corpos celestes, como o aumento do número de catástrofes como terremotos, vendavais, enchentes,  atividades vulcânicas, intensa atividade solar, entre outras, que já estão ocorrendo em diversas partes do globo terrestre.
A história da humanidade é recheada da ocorrência de eventos climáticos que causaram profundas transformações em nosso planeta. Conforme o jornalista,  professor de história e autor do livro “O que aconteceu na Terra?”, o americano Christopher Lloid, “mudanças na temperatura da Terra costumam acontecer porque o planeta se desvia ligeiramente para mais perto ou mais longe do Sol em sua trajetória anual, tornando o clima mais quente ou frio. Outro fator é a forma com que a Terra gira em seu eixo, comportando-se como um pião descontrolado, de modo que, no decorrer de longos períodos, a inclinação pode variar de 21 a 27 graus, causando diferenças nas temperaturas dos polos”.
Christopher Lloid afirma que os cientistas têm quase certeza de que foi graças a essas variações orbitais e de inclinação que, entre 14 mil e 11 mil anos atrás, as temperaturas se elevaram o suficiente para desencadear uma onda de calor de alguns milhares de anos, intercalada ao frio da Era Glacial. Segundo ele, atualmente nosso planeta passa por um desses períodos, porém com o agravante da ação do homem que pode ter ampliado os efeitos do aquecimento, a ser engrossado caso as calotas polares se derretam por completo.
O levantamento feito pelo professor Lloid indica que ocorreram ao menos 30 congelamentos e degelos nos últimos dois milhões de anos em nosso planeta, alguns mais rigorosos, sendo que a cada vez a natureza e os seres vivos se recuperaram e se adaptaram ás diferenças climáticas.
Zigurats
Ciente desta realidade, a Associação Projeto Portal vem trabalhando no sentido de construir um local onde as pessoas possam buscar refúgio e proteção, oque está sendo feito no Complexo Turístico Zigurats.  A premissa do Projeto Portal é reiniciar uma era que deve finalizar em dezembro de 2012, mas que não tem nada de esotérico ou estranho, apenas mais um período cíclico que ocorre na Terra e que costuma causar alterações não só no clima, mas também na geografia e até na história da humanidade.
O último grande degelo ocorreu há  14 mil anos, mas algo diferente ocorreu na América do Norte, com a extinção de muitas espécies de animais gigantes quando os lençóis de gelo derreteram, sobrando apenas espécies pequenas. Também na Austrália ocorreu algo similar, porém na África, Europa e Ásia, mesmo com o recuo das grandes geleiras e o aumento do nível do mar, a maioria dos grandes mamíferos sobreviveu: elefantes, cavalos, camelos,etc. Para Christopher Lloid, os especialistas atribuem esse fato ao clima.
Para o cientista americano Paul Martin, as extinções em massa foram causadas pela presença do homo sapiens há 40 mil anos na Austrália. De acordo com Martin, como os animais daquele continente nunca haviam se deparado com seres humanos, estavam vulneráveis.
A Era Glacial mais recente data de 22 mil anos com os lençóis de gelo concentrando tanta água que o nível do mar estava 130 metros abaixo do atual. O degelo aumentou, a temperatura global subiu em sete graus, alcançando o pico há 14 mil anos, com o nível das águas subindo até 25 metros, porém em seguida voltando a esfriar devido ao aumento da salinidade da água e ao represamento da água doce em novas geleiras.
Complexo Turístico Zigurats
A Associação Projeto Portal está construindo a cidade Zigurats em pleno coração do Mato Grosso do Sul, na área rural do município de Corguinho. A cidade do futuro está sendo erguida com construções totalmente diferenciadas da arquitetura comum, todas com telhados arredondados, abobadados em forma de arco, domo, quadriculado e piramidal, atendendo a fórmulas inovadoras que dificultem destelhamento das unidades, caso ocorram acidentes climáticos na região.
A cidade, inserida no Complexo Turistico Zigurats, foi concebida obedecendo a medidas específicas e uma geometria que está ligada à matemática universal, visando os eventos dos próximos 6.000 anos. São construções elaboradas com formatos exóticos à prova de terremotos e vendavais.
Faz parte do projeto da cidade a construção de bases subterrâneas para uma forma alternativa de moradia futura, visando possíveis mudanças climáticas que dificultem a permanência na superfície.

O complexo possui um Centro de Tecnologia que já conta com um observatório astronômico, que também vai processar dados de abalos sísmicos, metereológicos, atividades solares e outros.

No centro da cidade Zigurats será erguida uma imensa pirâmide, que poderá ser vista do alto, abrigando shopping, salas para estudos e pesquisas. Também estão previstas a construção de escola, biblioteca, anfiteatro e hotel.
O Complexo Turístico Zigurats e a Fazenda Projeto Portal estão em um local escolhido por se situarem entre as coordenadas 19º latitude Sul. Esta posição geográfica favorece a visualização de ocorrências que nossa ciência tradicional não consegue explicar com sua tecnologia atual. São manifestações luminosas que desafiam as leis da física por seus traçados, surgimentos e desaparecimentos instantâneos.

 


bibliografias:
Urandir - Urandir site Urandir
Urandir Ufologia Urandir
Urandir web archive - Urandir web link Urandir | Projeto Portal | Urandir Oliveira | Urandir Fernandes de Oliveira