Fenômenos explicáveis pela ciência que ocorrem no Céu atribuídos a OVNIS


Conheça e entenda os fenômenos que ocorrem no Ceú e na Terra explicáveis pela ciência e que muitas vezes são atribuidos a extraterrestres e Ovnis

Cão do Sol

Um cão do sol ou Sundog é um ponto comum circular brilhante (ou simétrica) em um halo solar. É um fenômeno atmosférico óptico principalmente associado com a reflexão ou refração da luz  solar por pequenos cristais de gelo que compõem nuvens cirrus ou cirrus-stratus. Frequentemente dois cães do sol pode ser vistos um em cada lado do sol simultaneamente.

cães do sol

Espírito Sol ou Segundo Sol

Fenômeno que ocorre quando o sol se aproxima do horizonte no entardecer e há nuvens cirrus no céu. Às vezes, o sol pode aparecer refletido em ambos os lados dando a impressão de três sóis juntos no céu. Esse fenômeno é marcado pelos pontos brilhantes de luz criados pela luz do sol que foi desviada pelos cristais nas nuvens altas.

dom fantasma

Halos

Assim como arco-íris, os halos se formam em torno do Sol devido à umidade, podenso ser cristais de gelo, que ocasiona a refração dos raios do Sol na atmosfera superior. Às vezes, aparecem duas ou mais áreas do círculo ou arcos em torno do Sol e formam o que se chama Cães dom. Os Halos também podem se formar ao redor da Lua, e, ocasionalmente, em torno das estrelas mais brilhantes e planetas como Vênus.

halos

Cinturão de Vênus

O cinturão de de Vênus é um fenômeno que ocorre durante as noites empoeiradas quando uma banda do céu rosado ou amarronzado aparece entre o céu eo horizonte.

beltvenus

Nuvens noctilucentes

Nuvens noctilucentes são nuvens na alta atmosfera que refratam a luz ao entardecer, quando o sol já se pos, iluminando o céu com nenhuma fonte aparente de luz.

noctillucent

Aurora boreal

Também conhecida no hemisfério sul como Aurora Austral, a Aurora Boreal é formada peor partículas carregadas do Sol que atingiram a atmosfera superior da Terra formando imagens animadas. Elas são tipicamente vistas perto dos pólos e durante os equinócios do ano.

aurora

Nuvens Mammatus

Estas nuvens de forma estranha são frequentemente associados com uma frente de tempestade, especialmente um envolvendo uma tempestade. Não está completamente esclarecido como se formam.

mammatus

Arcos da lua

Um arco-íris é causada pelo sol brilhando em gotículas de umidade, mais comumente em um ambiente pós-chuva. Um arco lua é muito mais raro, visto somente à noite, quando a lua está baixa e bastante iluminada como quase cheia. Um lugar popular para ver arcos lua é nas quedas de Cumberland em Kentucky, como visto abaixo.

arcos lua

Brockenspectre ou Espectro Quebrado

Fenômeno observado pela primeira vez por alpinistas nas montanhas Harz da Alemanha do Norte, gerado quando a sombra de um observador é lançado em um banco de névoa abaixo,  gerando uma forma inusitada e de grandes proporções.

espectro quebrado

Fogo de São Elmo

Este fenômeno climático é p plasma luminoso que aparece em forma de fogo em objetos, como os mastros de navios ou pára-raios, em uma área que é carregada eletricamente durante uma tempestade. Esta ocorrência foi nomeado depois de St Elmo, o santo padroeiro dos marinheiros. O Fogo de Elmo é criado pelo brilho suave de um campo eléctrico gerado por um fluxo contínuo de faíscas minúsculas.

elmos fogo

Tempestade de poeira ou haboob (árabe)

A haboob é um tipo de tempestade de areia intensa frequentemente observada em regiões áridas em todo o mundo. Quando uma corrente descendente, ou “downburst”, atinge o solo  seco, a areia que  solta a partir das configurações do deserto é essencialmente explodida, criando um muro de sedimento que precede a nuvem de tempestade. Esta parede de areia pode ser de até 100 km de largura e vários quilômetros de altitude. Os mais fortes, ventos haboob podem viajar a 35-50 km/h , e eles podem se aproximar com pouco ou nenhum aviso.

Muitas vezes, a chuva não é vista no nível do solo, uma vez que se evapora no ar, quente e seco (um fenômeno conhecido como virga), embora em algumas ocasiões, quando a chuva não persistir, a precipitação pode conter uma quantidade considerável de pó (casos graves chamado “lama tempestades “). Os  haboobs  são mais frequêntes na parte sul do Saara.

haboob

Turbilhões ou diabos de poeira

Embora eles não possuam os ferozes ventos que podem levantar casas como um tornado, os diabos de poeira podem certamente parecerem assustadores. Estes turbilhões são versões menores de tornados, que se formam quando há intenso calor no solo, o que faz com que o ar acima dele  subir, e os ventos que podem levar o ar ascendente a girar. O turbilhão pega pó da terra, daí o seu nome. Um parente ainda mais assustador é o demônio do fogo, que se forma sobre o intenso calor dos incêndios florestais, puxando cordas de fogo que giram furiosamente acima do incêndio.

dust devil

Redemoinhos de fogo ou Fire Devils

Redemoinhos de fogo (também conhecidos como demônios de fogo ou furacões de fogo) aparecem quando a combinação certa de condições climáticas está presente. Redemoinhos de fogo podem ser gerados por outros eventos naturais, como terremotos e tempestades, e pode ser extremamente perigosos, em alguns casos, girando bem fora da zona de um fogo em si para causar devastação e morte em uma região não atingida por calor ou chama. Redemoinhos de fogo podem ter até um quilômetro de altura, possuindo ventos de mais de 100 quilômetros por hora e podem durar 20 minutos ou mais.

redemoinhos de fogo

Pilares de sol

Pilares de sol ocorrerem quando a luz do sol reflete em altas nuvens de gelo em diferentes camadas. Ele cria um pilar de luz que atinge grnde altura no céu céu. É também possível ver pilares lua.

pilares dom

Pó de Diamante

Estreitamente vinculado com halos, o pó de diamante é formado por  uma névoa de gotas congeladas.

pó de diamante

Chuva vermelha, Chuva amarela ou Chuva colorida

Chuva vermelha é causada por poeira ou areia, que é soprada para a atmosfera e  levada pelo vento a grandes distâncias e alturas, eventualmente misturadas com nuvens de chuva dando cor à chuva em si. Chuva vermelha na Europa geralmente é colorido pela poeira que é formada em todo o continente e vem de tempestades de areia do Saara. A Chuva colorida pode ocorrer devido a outros fatores, tais como: o pólen pode gerarr uma chuva amarela, a poeira das minas de carvão pode criar uma chuva preta, poeira e outras partículas podem criar chuva de cor leite-branco.

chuva vermelha

Chuva não aquoso (chovendo gatos e cachorros)

Raro, mas um fenômeno real, existem casos de chuvas de animais em vez de água. Isso tem ocorrido ocasionalmente ao longo da história, desde os tempos bíblicos até a história recente. Os meteorologistas ainda não tem certeza da causa. Tornados na água podem sugar  e levar a água  e tudo o que nela há para as nuvens. Suspeita-se que os ventos fortes podem transportar uma carga de tornados por longas distâncias, precipitando a água e o que nela houver em lugares longíguos.

Não aquoso Chuva

Ventos catabáticos

Ventos Kabatic são ventos que carregam o ar denso de uma maior elevação a uma altitude mais baixa, devido à gravidade. Eles são conhecidos localmente como a de Santa Ana (sul da Califórnia), o Mistral (Mediterrâneo), o Bora (Mar Adriático), Oroshi (Japão), Pitaraq (Gronelândia), eo Williwaw (Tierra del Fuego). Alguns como o  Williwaw tem ventos perigosos e fortes.

ventos kebatic

Raio Verde 

Também conhecido como o Flash Green. Isso ocorre muito rapidamente antes do pôr do sol total e depois do sol nascer. Ele aparece como um flash verde acima do sol que dura poucos segundos. É causado pela refração da luz na atmosfera.

verde ray

Miragens

Miragem também é conhecida como efeito FataMorgana. Uma miragem cria a ilusão de água em uma rodovia seca em um dia quente de verão. Miragens ocorrem quando a luz é refratada para produzir uma imagem de um objeto ou o céu, onde não existe. É mais comumente vista em superfícies quentes, como o pavimentos ou desertos.

miragem

Esfera de Raios

Este é um fenômeno muito raro que envolve uma bola em forma de raio que se move muito mais lento do que um relâmpago normal. Alguns relatos informam que podem ser tão grandes quanto oito metros de diâmetro e podem causar grandes danos. Há relatos de relâmpagos globulares destruindo edifícios inteiros.

bola relâmpago

Sprites, jatos, e Elfos

Todos se referem a um fenômeno que ocorre na atmosfera superior em torno de trovoadas. Eles aparecem como cones, brilhos e descargas. Eles só foram descobertos século passado, por causa de sua colocação e seu breve tempo de vida (que duram menos de um segundo). São muito estudados atualmente em funçaõ dos vôos de grande altitude.

Jet Blue

Rolos de neve

Rolos de neve, bolas de neve são formados naturalmente por fortes ventos soprando através de um campo coberto de neve plana. Três condições têm que ocorrer para que os rolos de neve apareçam: O terreno deve ser gelado ou ser coberto com uma crosta de neve. Ventos devem ser fortes formando rajadas de vento. A queda de neve molhada deve ser  pelo menos dois centímetros.

Uma vez que um rolo de neve se forma o vento fica girando, recolhendo a neve conforme ele se move, em alguns casos, até mesmo a criando faixas de terra nua. O aparecimento de um rolo de neve se assemelha a uma versão reduzida desses grandes fardos de feno dos filmes de cowboy porém feitos de neve.

rolos de neve

Queda de gelo / bomba

Muitas pessoas têm experiência com chuvas de granizo, mas raramente se encontraram pedaços de gelo ou granizo maiores do que uma bola de beisebol . Ainda mais misteriosas são pedras gigantes, mesmo quando não há nuvens no céu. Nesses casos a causa ainda não é totalmente conhecida.

bomba de gelo

Pedras de granizo gigantes

Conhecidas como hailstorm são precipitações sob a forma de bolas ou pedaços de gelo transparentes e neve compacta. Não se sabe ao certo como se formam e crescem esses granizo. Sabemos que são esféricos ou de forma irregular esférica e normalmente variam de diâmetro de até 1,3 cm e, em casos raros,  foram observadas pedras de granizo que têm diâmetros de até 12,7 cm. O granizo causa muitos danos e prejuízo para colheitas, gado, imóveis e aviões e carros.

chuvas de granizo gigantes

Supercell
É o nome dado a uma gigantesca corrente de ar em rotação contínua no fundo de uma forte tempestade (a mesociclone) .

supercell

Monstro do mar 

Um turbilhão pequeno, geralmente chamado o diabo d´água, pode ser formado ao longo da água quente, que traz a água para a parte superior e forma um canal na superfície da água. Pode girar de forma irregular e, em alguns casos, produzindo um som sibilante e bolhas. Isso aparenta um grande pescoço e pode dar a impressão de que existem monstros do mar.

girando água

Fogo do arco-íris

Um arco-íris de fogo é um fenômeno extremamente raro que só ocorre quando o sol está alto permitindo que sua luz passe através das nuvens de alta altitude cirrus com alta concentração de cristais de gelo.

fogo do arco-íris

Onda de Gravidade (nuvens)

Ondas de gravidade são ondas no céu e não na água. Estas ondas de gravidade raramente vistas são causadas ​​quando o ar é deslocado na planície vertical, geralmente como resultado de correntes ascendentes que saem das montanhas ou durante tempestades.

onda de gravidade

Virga

Virga é quando cristais de gelo nas nuvens caem, mas evaporam antes de bater no chão. Eles aparecem como trilhas de nuvens chegando quase a terra, às vezes dando para a nuvem uma aparência semelhante a uma água-viva.

virga

Nuvens Lenticulares ou Lenticular Clouds

Nuvens lenticulares são massas de nuvens com elevação interna forte que podem conduzir planadores a grandes altitudes. São muitas vezes confundidas com um misterioso objeto voador ou a cobertura artificial para um. Geralmente as nuvens lenticulares são formadas pela grande  velocidade do vento se movendo em torno de um objeto de terra grande como, por exemplo, uma montanha.

nuvens lenticulares

Nuvens Procumulos ou Pyrocumulus Nuvens

Nuvens Procumulus são um fenómeno relacionado com calor, elas se formam a partir do aquecimento rápido e intenso de uma zona criando uma nuvem cumulus. Vulcões, incêndios florestais, e de explosões  nucleares  são as causas principais de nuvens procumulus.

procumulus

Luas coloridas
Devido a diversas questões atmosféricas, a lua pode aparecer ocasionalmente tingida com uma cor, como azul, laranja ou vermelho. Excesso de fumaça, poeira e outros fatores podem obstruir parcialmente a luz da lua, modificando a sua cor.

Lua colorida

Lua Azul ou Blue Moon

A lua raramente aparece azulada. Incêndios florestais e erupções vulcânicas pode atirar cinzas e fuligem na atmosfera, onde se misturam com gotas de água. Esta mistura podem acontecer pelos ventos por milhares de quilômetros ao redor do mundo e às vezes refratam a luz da lua, fazendo com que pareça azulada.

Blue Moon


bibliografias:
Urandir - Urandir site Urandir
Urandir Ufologia Urandir
Urandir web archive - Urandir web link Urandir | Projeto Portal | Urandir Oliveira | Urandir Fernandes de Oliveira