Turquia 2014

1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
 
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
 
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
 
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
 
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
 
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
 
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
 
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia
1x1.trans | Projeto Portal realiza evento em Dara na Turquia

Urandir Galeria

Urandir-Bazar-Egipcio-Mercado-Tipico-de-Istambul-Turquia-300x225 Urandir-Urandir-no-Monte-Nemrut-durante-pesquisa-da-Equipe-Zigurats-Turquia-2013-150x150 Urandir-entralhes-em-alto-e-baixo-relevo-encontrado-dentro-do-templo-de-Afrodite-na-cidade-de-Aphrodisias-400x300 Urandir-Especiarias-no-Bazar-Egipcio-Istambul-Turquia Urandir-Urandir-no-Monte-Nemrut-durante-pesquisa-da-Equipe-Zigurats-Turquia-2013-150x112 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Chegada-da-equipe-no-Aeroporto-Internacional-de-Istambul-na-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-300x225 Urandir-entralhes-em-baixo-relevo-encontrados-dentro-do-templo-de-Afrodite-na-cidade-de-Aphrodisias-150x150 Urandir-Um-dos-pequenos-barcos-utilizados-para-cruzeiros-pelo-Rio-Eufrates-com-parte-da-equipe-Zigurats Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Aeroporto-Internacional-de-Guarulhos-Equipe-da-Expedicao-Zigurats-Turquia-aguardando-embarque-no-voo-para-Istambul-300x225 Urandir-Lojas-no-Bazar-Egipcio-em-Istambul-150x150 Urandir-Pilares-do-templo-de-Afrodite-na-cidade-de-Aphrodisias-1024x768 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Equipe-da-Expedicao-Zigurats-Turquia-2013-aguardando-embarque-no-voo-para-Istambul-150x112 Urandir-Instrumentos-usados-pelos-monges-Derviches-Museu-dos-Derviches-em-Konya-na-Turquia-150x150 Urandir-Bazar-Egipcio-Istambul-Turquia-2013-150x83 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Equipe-da-Expedicao-Zigurats-Turquia-aguardando-embarque-para-Istambul Urandir-Escultura-de-Afrodite-no-museu-de-Aphrodisias-na-Turquia Urandir-Frutas-Secas-e-Especiarias-no-Bazar-Egipcio-Istambul-Turquia-400x266 Urandir-Detalhe-dos-pilares-do-templo-de-Afrodite-na-cidade-de-Aphrodisias-225x300 Urandir-Mesquita-Santa-Sofia-em-Istambul-Turquia-150x150 Urandir-Vista-Lateral-do-Museu-dos-Derviches-em-Konya-na-Turquia-150x112 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Trem-tradicional-em-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-150x150 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Grupo-da-Expedicao-Zigurats-Turquia-aguardando-embarque-no-voo-para-Istambul-400x300 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Embarque-da-Equipe-da-Expedicao-Zigurats-Turquia-voo-para-Istambul-400x300 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-14-300x225 Urandir-Especiarias-vendidas-no-Bazar-Egipcio-em-Istambul-Turquia-1024x682 Urandir-Frutas-Secas-e-Especiarias-no-Bazar-Egipcio-Istambul-Turquia Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-13-400x300 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Chegada-da-equipe-no-Aeroporto-Internacional-de-Istambul-na-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-150x150 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-13-300x225 urandir-e-projeto-portal-promovem-evento-em-dara-na-turquia-crian%c3%a7as-de-dara-recebem-presentes Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Equipe-da-Expedicao-Zigurats-Turquia-aguardando-embarque-no-voo-para-Istambul-em-2013 Urandir-Museu-dos-Derviches-em-Konya-na-Turquia-300x225 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Floristas-de-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-13 Urandir-Entrada-do-Museu-dos-Derviches-em-Konya-na-Turquia-150x112 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Embarque-da-Equipe-da-Expedicao-Zigurats-Turquia-voo-para-Istambul-150x150 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-19-300x225 urandir-e-projeto-portal-promovem-evento-em-dara-na-turquia-dia-muito-feliz-em-dara-com-a-entrega-de-presentes Urandir-entralhes-em-alto-e-baixo-relevo-encontrado-dentro-do-templo-de-Afrodite-na-cidade-de-Aphrodisias-150x112 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Floristas-de-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-Turquia-300x225 Urandir-Mesquita-Azul-em-Istambul-Turquia-400x265 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-16-150x112 urandir-e-projeto-portal-promovem-evento-em-dara-na-turquia-centenas-de-crian%c3%a7as-compareceram-ao-evento_0 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-19-400x300 Urandir-Especiarias-no-Bazar-Egipcio-Istambul-Turquia-300x200 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-17 Urandir-Detalhe-de-Mosaico-exposto-no-Museu-de-Mosaicos-em-Antakya-150x150 Urandir-Torre-da-Mesquita-inundada-pelo-Rio-Eufrates Urandir-Vista-Noturna-da-Mesquita-Azul-em-Istambul-Turquia-150x150 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Local-da-Expedicao-Zigurats-2013-150x112 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-13-150x150 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-150x112 Urandir-Monte-Nemrut-Viosta-durante-subida-ao-monte-400x300 Urandir-Estrada-romana-no-centro-da-cidade-de-tarso-com-pavimento-quase-intacto-150x150 Urandir-Bazar-Egipcio-Istambul-Turquia-2013-400x222 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Floristas-em-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-19-150x150 Urandir-Monte-Nemrut-Viosta-durante-subida-ao-monte-300x225 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-11-150x112 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-400x300 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Chegada-ao-Aeroporto-Internacional-de-Istambul-na-Turquia-Expedicao-Zigurats-Turquia-150x150 Urandir-entralhes-em-alto-e-baixo-relevo-encontrado-dentro-do-templo-de-Afrodite-na-cidade-de-Aphrodisias-300x225 urandir-e-projeto-portal-promovem-evento-em-dara-na-turquia-grupo-de-crian%c3%a7as-que-receberam-presentes Urandir-entralhes-em-baixo-relevo-encontrados-dentro-do-templo-de-Afrodite-na-cidade-de-Aphrodisias-150x112 Urandir-Vista-das-cascatas-em-Pamukkale-Turquia-150x112 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Floristas-em-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-400x300 Urandir-Suporte-de-pilares-encontrado-dentro-do-templo-de-Afrodite-na-cidade-de-Aphrodisias-300x225 Urandir-Monte-Nemrut-Imagens-esculpidas-em-pedras Urandir-Acesso-ao-Bazar-Egipcio-em-Istambul-1024x682 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Cidade-da-Turquia-Istambul-Expedicao-Zigurats-2013-300x225 Urandir-Mesquita-Santa-Sofia-em-Istambul-Turquia-1024x682 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Grupo-da-Expedicao-Zigurats-Turquia-aguardando-embarque-no-voo-para-Istambul-150x112 Urandir-Entrada-do-Museu-dos-Derviches-em-Konya-na-Turquia-400x300 Urandir-Interior-da-Mesquita-Azul-em-Istambul-Turquia Urandir-Vista-Interior-da-Mesquita-Azul-em-Istambul-Turquia-150x100 Urandir-Vista-das-cascatas-em-Pamukkale-Turquia-400x300 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013-15-300x225 Urandir-Bazar-Egipcio-Istambul-Turquia-1024x768 Urandir-Galeria-Alessandro-Vanessa-Trem-tradicional-em-Istambul-Cidade-da-Turquia-Expedicao-Zigurats-2013 Urandir-Vista-Interior-da-Mesquita-Azul-em-Istambul-Turquia-150x150

CTZ conclui que anomalia em Júpiter era objeto desconhecido pela ciência – urandir notícias

Pesquisadores do Centro Tecnológico Zigurats (CTZ) do Projeto Portal concluíram em seu relatório que a anomalia de cor azul registrada durante 42 minutos na noite do dia 24 de janeiro em seu Observatório em Corguinho/MS nas proximidades do planeta Júpiter, emitia luz própria em um espectro limitado e se movimentava em grande velocidade em trajetória não linear. Diante disso, concluíram que a anomalia possui características de algo desconhecido pela ciência e que, por isso, pode ser denominado de “objeto” desconhecido.1x1.trans | CTZ conclui que anomalia em Júpiter era objeto desconhecido pela ciência   urandir notícias
A análise dos pesquisadores do CTZ descartou a hipótese de possíveis reflexos na lente do telescópio, falhas ou defeitos técnicos.
O estudo baseou-se em material composto por 309 fotos e três vídeos, levantando todas as possibilidades e determinando probabilidades por meio de cálculos e análise criteriosa com uso de ferramental científico. Os pesquisadores analisaram imagens de Júpiter com a anomalia azul que se apresentou em algunas das imagens fotografas pelo telescópio, através de comparações entre imagens, cálculos de magnitudes, espectografia e fotometria para determinar a característica da anomalia e compará-la com os padrões já definidos, já que a mesma não se enquadrava com nenhum outro astro conhecido (estrela, planeta, planetóide, asteróide, etc.)

1x1.trans | CTZ conclui que anomalia em Júpiter era objeto desconhecido pela ciência   urandir notíciasAs imagens registradas nas coordenadas 55º 09´ W e 19º 53`S na data de 24 de janeiro de 2014, foram objtidas com câmera configurada com as seguintes características: f/32, ISO 800, lentes 7.5 mm, tempo de exposição de 1 s, resolução de 4608 pixels horizontais por 3456 pixels verticais (16 mega pixels).

Observatório do CTZ está equipado com um moderno telescópio newtoniano de 350 mm equipado com montagem equatorial robotizada. Opera com focalizadores Crayford com precisão 10:1 em sistema robótico próprio e possui um exclusivo sistema de espelhos secundários robotizados desenvolvido pelos próprios engenheiros do CTZ, sendo que todas as funções secundárias como controles de foco, registro de imagens, movimentação da cúpula entre outras são todas automatizadas e robotizadas, sendo controladas através de computador, podendo inclusive ser operado remotamente.

Leia o relatório na integra em PDF

Publicação de arquivo de urandir em 2014-02-10 03:05:45.
bibliografias:
Urandir - Urandir site Urandir
Urandir Ufologia Urandir
Urandir web archive - Urandir web link Urandir | Projeto Portal | Urandir Oliveira | Urandir Fernandes de Oliveira

Forte tempestade solar chega à Terra

1x1.trans | Forte tempestade solar chega à TerraUma forte tempestade solar deve atingir a Terra nesta quinta-feira (08), com potencial para afetar redes elétricas, satélites de navegação GPS e rotas de aviões.A tempestade – a mais forte dos últimos cinco anos – vai liberar uma grande carga de partículas, segundo especialistas em meteorologia dos Estados Unidos.

De acordo com eles, a tempestade foi provocada por grandes explosões que ocorreram no começo da semana. O efeito maior será sentido nos polos do planeta e com certeza deveráo ocorrer autoras. Aviões que passam por essas regiões precisarão desviar suas rotas.
As pa rtículas solares chegam à Terra a 6,4 milhões de quilômetros por hora, segundo o centro meteorológico americano US National Oceanic and Atmospheric Administration (Noaa, na sigla em inglês). Imagens das regiões do Sol onde as explosões ocorreram revelam uma complexa rede de manchas, indicando que há quantidades enormes de energia magnética.
Outras tempestades magnéticas foram observadas nas últimas décadas. Uma explosão solar enorme, em 1972, paralisou as linhas telefônicas do Estado americano de Illinois.
A emissão de massa coronal teve nível KP6, considerado moderado, seguidos de outras quatro com mível KP5, também moderado.
Os cientistas dizem que a tempestade solar, que começou no início da semana, está crescendo à medida que se afasta do sol, expandindo-se como uma bolha de sabão gigante. Quando ela atacar na manhã desta quinta-feira, as partículas irão se mover em 4 milhões de quilômetros por hora.
- Vai nos bater bem no nariz – disse Joe Kunches, um cientista da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, em Boulder, Colorado.
Os astrônomos dizem que o sol tem estado relativamente calmo por algum tempo. E esta tempestade pode parecer mais feroz porque a Terra foi embalada por vários anos de atividade solar fraca.
A tempestade faz parte do ciclo normal do sol de 11 anos, que deve ao auge no próximo ano. Tempestades solares não causam danos às pessoas, mas elas afetam a tecnologia. E durante o último pico, por volta de 2002, os especialistas descobriram que o sistema de posicionamento global, conhecido como GPS na sigla em inglês, era vulnerável às explosões solares.
- Como a nova tecnologia que floresceu desde então, os cientistas descobriram que alguns novos sistemas também estão em risco – disse Jeffrey Hughes, diretor do Centro Integrado de Modelagem de Clima Espacial da Universidade de Boston.
O sol entrou em erupção na noite de terça feira e os efeitos mais notáveis deveriam alcançar a Terra nesta quinta-feira entra 3h e 7h (no horário de Brasília), segundo as previsões do Centro Espacial de Meteorológica. Os efeitos podem persistir até a manhã de sexta-feira.
- Este é um evento de bom tamanho, mas não do tipo extremo – disse Bill Murtah, coordenador do programa do Centro de Previsão de Clima Espacial.
Rob Steenburgh, meteorologista do Centro de Previsão de Clima Espacial, disse que até às 23h30m de quarta-feira não houve efeitos visíveis da tempestade solar na Terra. Mas ele observou que havia alguns indícios de um satélite, que registrou um ligeiro aumento em partículas de baixa energia.

Outras tempestades magnéticas foram observadas nas últimas décadas. Uma explosão solar enorme, em 1972, paralisou as linhas telefônicas do Estado americano de Illinois. (Fonte:   http://www.bbc.co.uk/portuguese/videos_e_fotos/2012/03

Publicação de arquivo de urandir em 2012-03-08 11:52:59.
bibliografias:
Urandir - Urandir site Urandir
Urandir Ufologia Urandir
Urandir web archive - Urandir web link Urandir | Projeto Portal | Urandir Oliveira | Urandir Fernandes de Oliveira

Impacto das Nanopartículas na Saúde

Fonte: Portal Terra

1x1.trans | Impacto das Nanopartículas na SaúdeExperimentos feitos em galinhas levantaram questões sobre o impacto na saúde de nanopartículas, grãos ultrafinos comumente usados em medicamentos e alimentos processados, alertam cientistas. As galinhas expostas a doses orais elevadas de partículas de poliestireno medindo 50 nanômetros (50 bilionésimos de um metro) absorveram menos ferro em sua dieta, segundo o estudo.
Ao mesmo tempo, as aves que foram expostas cronicamente a estas doses tiveram uma “reestruturação” de suas vilosidades intestinais, projeções microscópicas semelhantes a dedos que desempenham um papel importante na absorção dos nutrientes.

As mudanças demonstram que as vilosidades aumentaram a área superficial disponível para absorção de ferro. A absorção intestinal de cálcio, cobre, zinco e vitaminas A, D, E e K também pode ser afetada pela alta exposição às nanopartículas, embora mais estudos sejam necessários para investigar o processo, afirmam os cientistas.

A equipe de cientistas, chefiada por Michael Shuler, da Universidade Cornell, em Nova York, testou as nanopartículas em galinhas como um substituto do intestino humano e também usaram células cultivadas em laboratório para o revestimento das vísceras humanas.
As galinhas receberam quase a mesma dose, equivalente ao peso, que um humano adulto em um país desenvolvido. “A camada epitelial do intestino é o portão de entrada que as nanopartículas ingeridas precisam atravessar para chegar ao corpo”, destacou o artigo, publicado na revista científica Nature Nanotechnology.
“As partículas de poliestireno usadas nestes experimentos geralmente são consideradas não tóxicas, mas sua interação com um processo fisiológico normal sugere um mecanismo potencial para uma resposta crônica, danosa, mas sutil”, afirmaram.
Nanopartículas desenvolvidas pela engenharia genética são cada vez mais usadas na forma de óxido de titânio ou silicatos de alumínio em pílulas e na comida, onde são utilizadas como estabilizadoras ou agentes anti-solidificantes em fluidos e cremes.
Em países desenvolvidos, indivíduos podem estar consumindo ao dia 1 trilhão de partículas manipuladas, variando em escala de finas a ultrafinas, segundo números de um estudo de 2002, citado na pesquisa.(http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI5611095-EI8147,00-Estudo+questiona+impacto+de+nanoparticulas+na+saude.html)

Publicação de arquivo de urandir em 2011-12-19 03:06:08.
bibliografias:
Urandir - Urandir site Urandir
Urandir Ufologia Urandir
Urandir web archive - Urandir web link Urandir | Projeto Portal | Urandir Oliveira | Urandir Fernandes de Oliveira

Raios Cósmicos influenciam clima na terra

 Fonte: site Inovação Tecnológica

1x1.trans | Raios Cósmicos influenciam clima na terraEm Maio de 2011, um grupo de pesquisadores da Dinamarca e do Reino Unido demonstrou experimentalmente pela primeira vez que os raios cósmicos podem estimular a formação de gotas de água na atmosfera da Terra, conduzindo à formação de nuvens.
Esta foi uma das descobertas mais importantes nos anos recentes na área da climatologia, fornecendo um novo elemento de origem natural para os modelos climáticos de longo prazo, como os utilizados pelo IPCC para avaliar as mudanças climáticas.
Agora, o laboratório do CERN (A Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear), o mesmo que coordena o LHC (o experimento do Grande Colisor de Hádrons), fez a primeira simulação computadorizada desse processo, um passo importante para que ele seja incluído nos modelos de previsão climática.
Sementes de nuvens
O projeto Nuvem (CLOUD – Cosmics Leaving OUtdoor Droplets) mostrou que os vapores-traço encontrados na baixa atmosfera conseguem explicar apenas uma parte da produção de aerossóis encontrados na atmosfera. Os aerossóis servem como “sementes”, em torno das quais a umidade se condensa para formar gotículas, iniciando o processo de formação das nuvens.
Os resultados da simulação confirmaram que a ionização causada pelos raios cósmicos aumenta de forma dramática a formação de aerossóis.
A poucos quilômetros de altitude, traços de ácido sulfúrico e vapor d’água podem formar aglomerados rapidamente – um processo que pode ser acelerado em 10 vezes ou mais pelos raios cósmicos.
“Esses novos resultados do Projeto Cloud são importantes porque nós fizemos uma série de de primeiras observações de processos atmosféricos muito importantes,” disse o pesquisador Jasper Kirkby. “Nós descobrimos que os raios cósmicos aumentam significativamente a formação de partículas de aerossóis na troposfera média e acima. Esses aerossóis podem eventualmente crescer e se transformar em sementes para as nuvens.”
Vapores não identificados
Mas a equipe também descobriu que os vapores até agora considerados na formação dos aerossóis não explicam a história toda. Abaixo de uma determinada altitude é necessária a presença de amônia.
Nem assim, contudo, as simulações conseguem explicar várias observações já feitas: de maneira mais significativa, o modelo mostrou que apenas vapor d’água, ácido sulfúrico e amônia não conseguem gerar a quantidade de aerossóis observados, nem mesmo com o surpreendentemente forte efeito dos raios cósmicos.
Outros vapores e compostos químicos devem estar envolvidos no processo. É nisso que os cientistas vão se empenhar a seguir. ”Foi uma grande surpresa descobrir que a formação de aerossóis na baixa atmosfera não é devida apenas à água, ácido sulfúrico e amônia,” reconhece Kirkby. “Agora é vital descobrir quais outros vapores estão envolvidos, se eles são naturais ou de origem humana, e como eles influenciam as nuvens.” (Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=nuvens-raios-cosmicos&id=010125110829)

Publicação de arquivo de urandir em 2011-12-02 22:55:25.
bibliografias:
Urandir - Urandir site Urandir
Urandir Ufologia Urandir
Urandir web archive - Urandir web link Urandir | Projeto Portal | Urandir Oliveira | Urandir Fernandes de Oliveira

Origem, Evolução e Natureza da Vida explicados por nova teoria radical

 Para a nova teoria, os pilares da criação são mecanismos guiados por leis naturais, das quais a vida é uma parte imanente e pervasiva
Fonte: Site Inovação Tecnológica – Baseado em artigo de Jessica Studeny

1x1.trans | Origem, Evolução e Natureza da Vida explicados por nova teoria radicalA Terra é viva, propõe uma nova e revolucionária teoria científica da vida. A proposta está sendo feita por Erik Andrulis, professor de biologia molecular e microbiologia da Universidade Case Western, nos Estados Unidos.
O cientista desenvolveu um modelo que pretende nada menos do que unificar a física, a química e a biologia.A teoria trans-disciplinar demonstra que objetos supostamente inanimados e não-vivos – por exemplo, planetas, a água, as proteínas e o DNA – são na verdade animados, ou seja, vivos.
Com o seu amplo poder explicativo, aplicável a todas as áreas da ciência e da medicina, este novo paradigma pretende catalisar um verdadeiro Renascimento.
Nota da Redação do Projeto Portal: A teoria elaborada pelo Dr. Erik Andrulis e já aceita em revistas especializadas aproxima-se das informações que as 49 raças parceiras do Projeto Portal passam aos pesquisadores. As inteligências de outros mundos consideram que tudo no Universo está vivo e move-se de acordo com seu desenvolvimento.
Erik Andrulis adiantou seu controverso arcabouço teórico no manuscrito “Teoria da Origem, Evolução e Natureza da Vida”, publicado no jornal científico Life, que é revisado pelos pares – ou seja, outros cientistas acataram a proposta como, no mínimo, digna de ser lida.1x1.trans | Origem, Evolução e Natureza da Vida explicados por nova teoria radical
Emergência da vida no Universo
A teoria explica não só a emergência evolutiva da vida na Terra e no Universo, como também a estrutura e a função desde as células até as biosferas.
Além de resolver paradoxos e enigmas que têm persistido na química e na biologia, a teoria do Dr. Andrulis unifica a mecânica quântica e a mecânica celestial.
Sua solução nada ortodoxa para este problema quintessencial na física difere das abordagens tradicionais, como a teoria das cordas – para Andrulis, a solução é simples, não-matemática, e experimentalmente e experiencialmente verificável.
Como tal, o novo retrato da gravidade quântica é radical.
Teoria radical explica origem, evolução e natureza da vida
Dr. Erik D. Andrulis, autor da nova Teoria da Origem, Evolução e Natureza da Vida. [Imagem: Case Western]
Redemoinho da vida
A ideia básica da teoria do Dr. Andrulis é que toda a realidade física pode ser modelada por uma única entidade geométrica, com características de vida: o redemoinho, ou giro.
O chamado “giromodelo” retrata objetos-partícula, átomos, compostos químicos, moléculas e células, como pacotes quantizados de energia e matéria que oscilam ciclicamente entre estados fundamentais (não-excitados) e animados (excitados) em torno de uma singularidade, o centro do giromodelo.
Uma singularidade é ela própria modelada como um giro, totalmente compatível com a natureza termodinâmica e fractal da vida. Um exemplo dessa organização aninhada, auto-similar, pode ser encontrado nas bonecas russas Matryoshka.
1x1.trans | Origem, Evolução e Natureza da Vida explicados por nova teoria radicalLeis da natureza
Ajustando o giromodelo para fatos acumulados ao longo da história científica, o Dr. Andrulis confirma a existência, proposta por sua teoria, de oito leis da natureza.
Uma delas, a lei natural da unidade, decreta que a célula viva e qualquer parte do universo visível são irredutíveis. Esta lei estabelece formalmente que não há uma realidade física.
Outra lei natural determina que os reinos atômico e cósmico obedecem a restrições organizacionais idêntica – simplificando, os átomos do corpo humano e os sistemas solares no Universo movem-se e comportam-se exatamente da mesma maneira.
Teoria radical explica origem, evolução e natureza da vida
O novo paradigma oferece uma fundamentação teórica à premissa de Gaia, de James Lovelock. [Imagem: U.C.Riverside]
Teoria da vida
“A ciência moderna não tem uma teoria da vida interdisciplinar, unificante. Em outras palavras, as teorias atuais são incapazes de explicar por que a vida é do jeito que é, e não de outra forma,” diz o Dr. Andrulis.
“Este paradigma geral fornece uma perspectiva nova e estimulante sobre o caráter e o sentido da vida, oferece soluções para problemas que persistem [nas teorias atuais] e se esforça para acabar com os debates desagregadores,” completa.
Um desses debates gira em torno do mérito científico da popular hipótese de Gaia, de James Lovelock.
Ao mostrar que a Terra é teoricamente sinônimo de vida, o paradigma do Dr. Andrulis fundamenta a premissa de Gaia de que todos os organismos e seu ambiente na Terra estão intimamente integrados para formar um único e complexo sistema auto-regulador.
Outra briga lendária é a que persiste entre os criacionistas bíblicos e os evolucionistas neo-darwinistas.
Ao demonstrar que a origem e a evolução da vida são consequências de leis naturais e forças físicas, a nova teoria sintetiza argumentos e desconstrói suposições de ambos os lados do debate criação-evolução.
Equilíbrio
Para testar seu paradigma, o Dr. Andrulis projetou diagramas bidirecionais de fluxo que tanto descrevem quanto preveem a dinâmica da energia e da matéria.
Embora tais diagramas possam ser estranhos para alguns cientistas, eles usam a notação das reações que é clássica para os químicos, bioquímicos e biólogos.
Como ocorre com todas as novas teorias, a única coisa possível de adiantar com relação à proposta do Dr. Andrulis é que ela suscitará debates apaixonados – e paixões quase nunca levam a primeiros comportamentos equilibrados.(Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=teoria-radical-explica-origem-evolucao-natureza-vida&id=010125120128)

Publicação de arquivo de urandir em 2012-01-29 03:18:55.
bibliografias:
Urandir - Urandir site Urandir
Urandir Ufologia Urandir
Urandir web archive - Urandir web link Urandir | Projeto Portal | Urandir Oliveira | Urandir Fernandes de Oliveira